Criticismo

A Contra Campanha de 76

Publicado originalmente em SEK3.

Na última edição, Your Friendly Neighboorhood Anarchocolumnist (YFNA, Seu Amigável Anarcocolunista da Vizinhança) esboçou os últimos seis anos da história do Movimento novamente, dessa vez focando na estratégia. A falha de todas as táticas usadas até agora, com a exceção da de algum modo árdua abordagem Contra-Econômica (trabalho duro e isso tudo) foi notada, e a heresia do Partido foi apontada como o mais flagrante fracasso. Mas também notado foi a pulsão por exibição por parte de muitos libertários, um desejo por visibilidade em uma Campanha Pública. Realmente, sobre a única coisa positiva que o Partido ao menos reivindicou para si mesmo foi que ele atraiu pessoas através de campanhas públicas (uma reivindicação falsa, de todo modo — o Partido ainda deveria converter uma pessoa que eu conheça que costumava obter suas filiações de antigos LAers, NBIers e por aqueles conversos-leitores)

Leia mais “A Contra Campanha de 76”
Criticismo

Agora versus Arena

Publicado originalmente em SEK3.

Como o mundo ao seu redor parece para um libertário hard-core?

Bem, em geral, parece muito como a todos os outros… embora os defensores da liberdade achem ter uma parcela maior do que sua parcela estatística de idiossincrasia e maluquice. Os libertários se divertem com a comédia, entristecem-se com a tragédia, são adoçados com doces e amargurados com a má sorte. Sim, há rumores de que quando somos cortados, nós também sangramos.

Mas há uma diferença que compartilhamos talvez apenas com os devotos teológicos e marxistas. Temos uma estrutura social compreensiva. Quando olhamos para uma história de jornal, integramos os fatos à nossa teoria social e tiramos conclusões. Vemos forças imponentes e poderosas, e varreduras da história.

Leia mais “Agora versus Arena”
Criticismo

O Culto Hosper

Publicado originalmente em SEK3.

Em janeiro de 1973, Seu Amigável Anarcocolunista da Vizinhança (SAAV — ed.) rasgou em pedaços um artigo escrito por John Hospers, Ph.D. O artigo confundiu a controvérsia arquia/anarquia, e provavelmente será visto historicamente como a última defesa derradeira da minarquia através da ofuscação. Tanto quanto sei, Hospers cessou e desistiu nessa área.

Leia mais “O Culto Hosper”
Criticismo

Para o Editor

Publicado originalmente em SEK3.

Editor:

Eu gostaria de encaminhar a seus leitores algumas informações que tenho sobre as organizações que você mencionou em sua edição TAX RESISTANCE do Southern Libertarian Messenger, também conhecida como edição de fevereiro de 1973, codinome Vol. I, nº 10. Uma bela publicação, aliás, digna da Imprensa Regional Libertária.

Leia mais “Para o Editor”
Criticismo

Conheça Teu Inimigo!

Publicado originalmente em SEK3.

1941—1973

“Li ambos Higher Circles[1] e Conspiracy[2], mas não consigo ver como falar sobre “ELES” promove o pensamento libertário.” 

—David F. Nolan, pós-escrito à última das Cartas Nolan-Konkin (NLN 15).

O ano é 1941, e você está lá. Você se sentou ao lado de Albert J. Nock, talvez junto com Frank Chodorov. Você vasculha livrarias antigas para encontrar livros de Lysander Spooner e trocar cópias de Liberty de Benjamin Tucker com o “remanescente” como você. Você fala, talvez em um campus, contra “aquele homem da Casa Branca” e sua economia eclética, mas estatista. Você é um ativista libertário, talvez à frente de seu tempo. E há um holocausto sangrento na Europa.

Leia mais “Conheça Teu Inimigo!”
Criticismo

O Partido Libertário, prós e contras

Publicado originalmente em SEK3.

(Nota do editor: O Partido Libertário não teve efeito perceptível na eleição, mas sua conquista é, no entanto, notável. Começando do zero, o PL em poucos meses se tornou uma das maiores organizações do movimento, galvanizando centenas na margem indiferente do libertarianismo ao ativismo e atraindo cobertura nacional da imprensa .

(Entretanto, o PL tem seus problemas, entre os quais há a crítica de colegas libertários. No interesse de examinar essa crítica, o Southern Libertarian Messenger apresenta as duas cartas abaixo. A primeira é a do Sr. David Nolan, um fundador do partido e atualmente seu Presidente Nacional, escrevendo em resposta a um editorial no New Libertarian Notes [NLN] de agosto de 1972. A segunda carta é do Sr. Samuel Edward Konkin III, editor da NLN, e líder do Movimento de Ação Libertária Estudantil [SLAM] e do Caucus Radical do Partido Libertário [LPRC].

Leia mais “O Partido Libertário, prós e contras”
Criticismo

Teorias do Big Bang

Publicado originalmente em SEK3.

A Terra tremeu. Um edifício do Estado desmoronou. E a vida soberana de um indivíduo cessou.

O momento foi preenchido com os elementos de baixo drama: tragédia, ironia, erro fatal, mistério, terror na calada da noite, sabotagem no matagal, do opressivo estado policial ou um desprezível ato de mal por um bando de criminosos loucos, dependendo de seu ponto de vista.

Leia mais “Teorias do Big Bang”